SÃO PETERSBURGO

PRIMEIRAS IMPRESSÕES

Quando eu cheguei em São Petersburgo, tive a sensação de estar transitando por três períodos muito distintos da História Russa ao mesmo tempo: o luxo da época dos Czares Romanov e toda a herança arquitetônica que eles deixaram na cidade, a Revolução Socialista de 1917 e a invasão nazista de 900 dias que tanto marcou o povo do lugar. Ter visitado a cidade em Julho, no auge do verão, não poderia ter sido uma escolha mais inteligente. Estar diante do Rio Neva com o sol iluminando um cenário de fazer qualquer coração insensível bater mais forte, foi uma das experiências mais incríveis da minha vida! É bom ressaltar que em São Petersburgo, assim como em qualquer outra cidade da Rússia, é difícil encontrar pessoas que falam inglês fora dos hotéis, grandes atrações turísticas e restaurantes do centro da cidade.No entanto, podem ficar tranquilos: os Russos são prestativos, acolhedores com quem se mostra disposto a conhecer sua cultura e tudo o que você precisa saber pra conhecer bem a cidade pode ser encontrado num desses mapas que ficam disponíveis na recepção dos hotéis. É uma aventura divertida e uma experiência cultural impagável! Boas notícias para os brasileiros: não precisamos mais de visto para entrarmos na Rússia desde Junho de 2010. Privilégio que os visitantes dos países da União Européia ainda não têm!

NEVSKY PROSPEKT

É preciso reservar uma tarde para simplesmente “bater perna” por Nevsky Prospekt, a avenida principal do centro de São Petersburgo.Planejada pelo fundador da cidade, Pedro-O Grande, lá estão as principais opções de vida noturna, as lojas mais elegantes e os imóveis mais caros da cidade.Além disso, passeando por Nevsky Prospekt, é possível conhecer algumas das mais interessantes atrações de São Petersburgo, tais como o Stroganov Palace ( Palácio onde residia o aristrocrata que criou a receita do mais famoso prato da culinária russa: Strogonoff!), a imensa Catedral Kazan em estilo Neoclássico, além de uma diversidade de Igrejas do século XVII de diferentes credos; o monumento em homenagem a Catarina- A Grande e, finalmente, a ponte Anichkov, com suas famosas estátuas de cavalos.Pela Nevsky Prospekt, também chega-se com facilidade ao esplendoroso Palácio de Inverno, símbolo maior da Revolução Socialista e “casa” do mundialmente famoso Museu Hermitage, cujo acervo de obras de arte inclui pinturas de Leonardo Da Vinci, El Greco e Velazquez. Essa avenida serviu de cenário para as obras de Fyodor Dostoyevsky e é o símbolo da elegância e da exuberância de São Petersburgo. Imperdível!

http://nevsky-prospekt.com/home.html

O TEATRO MARIINSKY

Para quem gosta de assistir Óperas e Ballets, o Teatro Mariinsky,inaugurado em 1860, é um programa perfeito. O palco é um sonho e assistir a uma estréia nesse teatro custa cerca de 100 Euros(4000 rublos), se você quiser estar em uma das primeiras fileiras da platéia. No intervalo das apresentações, recomendo comer um canapé de caviar vermelho e visitar os salões do teatro, onde os figurinos originais de antigos bailarinos e diversas fotos da História do lugar estão expostos. Assistir à qualquer espetáculo de Opera ou Ballet em São Petersburgo é mergulhar no estilo de vida dos locais, que são grandes entusiastas de qualquer tipo de arte. Não deixem de levar um vestido formal, ou um terno na mala!Esse programa é pra ser aplaudido de pé!

http://www.mariinsky.ru/en

UM TURISTA EM SÃO PETERSBURGO

São Petersburgo tem muito para ser visitado e fotografado. Existem alguns lugares que, simplesmente, não podem ser esquecidos por nenhum turista bem informado: a Igreja do Sangue Derramado com seus mosaicos fascinantes,a Catedral de São Isaac, o Palácio de Verão de Catarina-a Grande e a Fortaleza de Pedro e Paulo às margens do Rio Neva. Para conhecer bem São Petersburgo, é preciso CAMINHAR. Táxis não são uma boa opção de transporte, já que os motoristas não falam inglês e é provável que o turista acabe pagando uma fortuna por uma corrida pequena.Caminhar não vai ser uma tortura, porque a cidade é linda e deve ser visitada com calma. Eu recomendaria uma estadia de cinco dias para conhecer tudo de importante no centro e arredores. Algumas atrações, como o belíssimo Palácio de Verão de Catarina, ficam em cidades próximas.

http://www.guidestpetersburgrussia.com/

O ENCOURAÇADO POTEMKIM

Quem gosta de Cinema, ou trabalha com Cinema, não pode deixar de visitar o navio de guerra que inspirou o filme “O Encouraçado Potemkim”, de 1925, dirigido por Sergei Eisenstein. O clássico filme foi baseado numa revolta do ano de 1905, organizada pelos marinheiros deste “encouraçado”, que, hoje em dia, está atracado em São Petersburgo e pode ser visitado.

HOTÉIS E RESTAURANTES

Para quem quer se hospedar em grande estilo em São Petersburgo ( Cabe lembrar que a Rússia é um país caríssimo, infelizmente! São Petersburgo não é uma cidade tão cara como Moscou, mas está longe de ser econômica. Hospedagem muito barata na cidade eu não recomendaria. Esquema “Mochilova Hostelovsky” por lá pode reservar surpresas desagradáveis para sua viagem.), uma excelente opção na Nevsky Prospekt seria o Radisson SAS Royal, ou então o Novotel Centre numa rua adjacente ( Esse eu recomendo muito, me hospedei lá!). Junto ao Rio Neva, com uma atmosfera mais romântica, eu poderia indicar o lindíssimo Kempinski Moika 22. No entanto, eu realmente acho mais inteligente buscar uma hospedagem na Nevsky, porque todos os serviços estão concentrados por lá e é onde a cidade pulsa de noite. Bom, vamos falar de comida! Sim, em São Petersburgo eu comi o melhor Strogonoff da minha vida, num restaurante com clima de “casa” chamado TEPLO (http://www.v-teple.ru/cafe/menuenglish/). É uma excelente pedida depois de um dia exaustivo andando pela cidade! Vocês não vão se arrepender de provar esse prato em território russo. O Teplo é muito tradicional e o site que eu compartilhei tem o menu em inglês. Outra dica que eu posso passar é um drink no 6 th Floor Terrace, que tem uma vista deslumbrante e fica no Renaissance St. Petersburg Baltic Hotel.O Cafe Singer, na Nevsky Prospekt, é imperdível porque funciona no prédio de art nouveau que já abrigou a sede da fabricante de máquinas de costura Singer. Esse café é um clássico da cidade e um ótimo lugar para observar o movimento dos locais no final da tarde. Para finalizar, vou cometer um absurdo gastronômico! Recomendo muito que o Mc Donald’s de São Petersburgo tome cinco minutinhos do tempo de vocês durante a visita à cidade. O motivo? Uma tortinha de cereja fabulosa. Só tem na Rússia! Incrível! Seja pelos museus, pela beleza das pessoas, pela cultura, pela arte ou pela gula; São Petersburgo vai ficar na memória de quem conhecê-la. Estou doida pra voltar!

By Fernanda Seabra.

Cineasta formada na Universidade Estácio de Sá. Escreve e faz revisão de roteiros e, no final desse ano estará começando um curso de especialização no Instituto Le Cordon Bleu de gastronomia. Viaja à procura de arte, sabores e cultura. Não se cansa de viajar e, quanto mais cantinhos do mundo conhece, mais pensa que ainda há muito o que ser desbravado….